VOLTAR

,

18.06.2017

Postado por Patrícia Muniz

Galo respira no Morumbi

São Paulo 1×2 Atlético – R08 Campeonato Brasileiro 2017

Conquistamos nossa segunda vitória em oito rodadas de Campeonato Brasileiro e estamos fora da zona de rebaixamento. O Galo suportou o volume de jogo e a pressão do São Paulo e venceu por 2 a 1, em pleno Morumbi.

Não há dúvidas sobre o quanto o nosso time é dependente do bom futebol de Cazares e como sua presença no meio campo muda a qualidade do ataque. Marcando alto pela esquerda e com o equatoriano de volta ao time, abrimos o placar logo nos primeiros minutos da partida. E, no primeiro tempo, apesar da pressão e posse de bola do time paulista, nós vimos o Galo efetivamente melhor que os donos da casa.

bruno cantini1

Temia-se muito a tal ‘lei do ex’ e, de fato, Pratto esteve com sede de gol e teve grandes chances de deixar sua marca hoje, mas o argentino foi freado várias vezes por Felipe Santana. O atacante não decidiu o jogo quando esteve cara a cara com Victor, mas deu muito trabalho para a defesa alvinegra.

O gol são-paulino com menos de um minuto do segundo tempo incendiou a partida. O São Paulo voltou do vestiário com força de ataque e o objetivo único de virar o jogo, explorando bem a carência defensiva pela direita atleticana e a irregularidade de Alex Silva. Repetindo erros recentes, o Galo não conseguiu sair em contra-ataques rápidos e sofreu com uma completa ineficiência de ataque também pelo lado direito.

O jogo estava novamente aberto e Roger experimentou renovar as energias do ataque alvinegro, colocando Luan no lugar de Robinho. O menino maluquinho leva raça e paixão para dentro de campo e, ao lado de Rafael Moura, construiu a jogada que culminou no gol da vitória. He Man já não estava conseguindo manter o mesmo ritmo e mobilidade do primeiro tempo, mas ele tem a força e luta heroicamente em campo.

bruno cantini2

Habitual, o final do jogo foi sofrido e, quando o Roger colocou o terceiro zagueiro, esperava-se aguentar ainda mais pressão do São Paulo. Ao mesmo tempo foi proveitoso para o Rodrigão, um jogador da base alvinegra, se ambientar em um jogo como esse, principalmente em tempos de tantas lesões e desgastes. Roger vem se mostrando muito atencioso às categorias de base do clube e, nesta partida contra o São Paulo, tivemos em campo quatro jovens jogadores revelados recentemente. No jogo de hoje o treinador tem o mérito da vitória por apostar em novos talentos e manter Felipe Santana, que foi seguro e atuou muito bem na partida, mesmo com a falha no último jogo e críticas da torcida.

Se depois do jogo contra o xará paranaense o clima entre os torcedores era de desespero, após vencer o São Paulo fora de casa o Galo sela as pazes com a massa. Não posso precisar por quanto tempo reinará a paz, pois o Galo tem torcedores voláteis a qualquer tropeço, mas espero que tenhamos estabilidade e embalemos, enfim, uma boa sequência de resultados.

 

Fotos de Bruno Cantini/Atlético

Ler mais da Patrícia Muniz

Ler mais do Atlético Mineiro

Ler mais do Campeonato Brasileiro;

A Bola que Pariu