VOLTAR

,

08.06.2017

Postado por Patrícia Muniz

Enfim, a vitória!

Atlético Mineiro 1 x 0 Avaí – R05 Campeonato Brasileiro

O time com a melhor campanha da Libertadores ainda não tinha conhecido o sabor da vitória neste início de Campeonato Brasileiro, mas, jogando em casa, o Galo venceu o Avaí por 1 a 0 e conquistou o primeiro triunfo.

35126583776_eba1892404_k

Entre desfalques e preços de ingressos incompatíveis com a realidade da maioria dos torcedores, o público de ontem esteve abaixo da nossa média habitual, mas os mais de 12 mil atleticanos presentes não aliviaram na pressão contra o adversário. O gol da vitória veio logo aos 16’ do primeiro tempo, do cabeceio de Fred, e iludiu a massa atleticana presente no Horto. Acontece que, para o Galo, não existe jogo fácil – só mesmo aquela final da Copa do Brasil em 2014.

Muitos de nós esperávamos um placar largo para espantar de vez esse início de campeonato ruim, mas o que vimos ontem foi o típico sofrimento atleticano. Após o gol, mantivemos a posse de bola, mas não conseguimos ampliar o placar e, aos poucos, batia o medo de ver novamente a vitória escapar. Passamos por alguns sustos, como a falta na entrada da área no final do jogo, mas não houve nenhum apagão da defesa e conseguimos segurar a vitória. Assim, completamos três partidas sem tomar gol, pois para o Roger, missão dada tem sido missão cumprida.

35127346146_90ec0161f4_k

Foi pelo cruzamento de Alex Silva que surgiu o único gol do jogo. O jovem lateral direito, que estava emprestado ao América, fez apenas sua segunda atuação esse ano com a camisa o Galo e mostrou evolução em relação ao jogo contra o Palmeiras no final de semana. No início da partida, ele ainda transmitia esse nervosismo por assumir tão às pressas a imensa responsabilidade da nossa lateral, mas, com o cruzamento certeiro para Fred, a confiança o ajudou a crescer nas jogadas de ataque. A cobertura defensiva ainda é um problema, mas não comprometeu o jogo dessa vez.

Valdívia estreou, agora como titular, e novamente jogou muito bem, aguentou o jogo todo e se movimentou por todos os lados do campo. A preocupação agora é com os desgastes que o time vem sofrendo nessa temporada e ontem foi Gabriel que saiu no intervalo por estar sentindo desconforto muscular.

35035996071_9a8c29848a_k

O destaque negativo da partida, infelizmente, vai para o imenso silêncio diante da violência contra a mulher. A diretoria do Atlético não se pronunciou sobre Erazo e ele foi escalado como titular para a partida de ontem sem que precisasse dar qualquer esclarecimento sobre a agressão que cometeu contra sua esposa há um mês. Não teve desfile machista, mas teve violência doméstica.

Fotos: Bruno Cantini/Atlético

Ler mais da Patrícia Muniz

Ler mais do Atlético Mineiro

Ler mais do Campeonato Brasileiro

A Bola que Pariu