VOLTAR

,

10.07.2017

Postado por Colaboradoras

Mais uma frustração dentro de casa

Internacional 1×1 Criciúma – R12 Campeonato Brasileiro Série B 2017

A semana do Inter não foi nada fácil. Uma derrota em casa para o Boa Esporte com o futebol mais sofrível já visto no estádio do Beira-Rio, mais um lançamento de uniforme que foi rejeitado por 99% da torcida colorada. Merecidamente rejeitado, porque é um dos uniformes mais feios já vistos por estes lados alvirrubros e ainda por cima com um conceito de listras pretas no peito que acaba remetendo ao fatídico grenal do ano passado, em que o Argel soltou a famosa frase “vamos passar o trator em cima do Grêmio” e que se sabe que não foi o que ocorreu. Aliado a isso, o coirmão continua voando em campo. Nunca a famosa gangorra gaúcha esteve tão acentuada como nestes últimos tempos.

Mesmo com estes pontos negativos, mais de 24.000 de colorados estiveram presentes no Beira-Rio no sábado ensolarado, para apoiar o time. Durante os 90 minutos os torcedores tiveram a paciência que direção e alguns jogadores pediram durante a semana e não vaiaram nenhum jogador, apenas aplausos e incentivos. Mesmo que dentro de campo fosse o típico jogo que serve apenas para fazer o torcedor passar raiva.

galeria_foto_2712c0245e376914db2b3cd8f8d7b5c9

O time começou o jogo pressionando e buscando o gol, mas o gol do Criciúma, marcado por Lucão aos cinco minutos da primeira etapa, foi um banho d’água fria no time colorado. Novamente, o Inter sofria um gol de bola aérea, que é o principal mal da nossa defesa neste ano. Nos próximos minutos o time colorado ficou completamente perdido dentro de campo, fazendo faltas desnecessárias e sem chegar à área do goleiro Luiz, do Criciúma.

Após o nervosismo passar, o Inter começou a chegar com mais intensidade ao gol adversário, mas sem a efetividade necessária para abrir o nosso placar. No primeiro tempo, Nico e Pottker foram os que mais chegaram à frente, mas os chutes iam para fora ou paravam no goleiro. No segundo tempo, Brenner conseguiu errar a chance mais clara da partida, tocando na trave após a bola passar do goleiro. Além disso, ainda teve um gol mal anulado pela arbitragem, marcado pelo Pottker, que estava em condição legal.

O Criciúma se defendia e fazia cera técnica desde o inicio do jogo, mas o auge foi quando o autor do gol, Lucão, atirou-se da maca após uma falta. Todo o time colorado foi à loucura e Danilo Fernandes, que estava especialmente exaltado, jogou a mala do médico para fora de campo. Enquanto toda essa cena acontecia, o juiz apenas assistia. Não gosto de comentar arbitragem, mas esta teve uma participação grande no resultado final. Matou um contra-ataque do Inter no primeiro tempo para amarrar a chuteira e economizou nos cartões pela cera, além do gol mal anulado, já citado.

Aos 48 minutos do segundo tempo, quando grande parte da torcida já tinha desistido e aceitado a derrota, Klaus fez o gol de cabeça após um escanteio cobrado por Diego, que entrou no segundo tempo no lugar do Gutierrez. Não foi o melhor resultado para o colorado, que é um dos piores mandantes e tem apenas uma vitória dentro de casa, mas evitou uma tragédia maior.

galeria_foto_b3ac37f12dd359a9bb680af59d921147

 

Fotos de Ricardo Duarte/Internacional

Por Thaianny Pontes

Ler mais do Internacional

A Bola que Pariu