VOLTAR

,

20.08.2017

Postado por Colaboradoras

Faltam sete vitórias coloradas. A série A é logo ali

Internacional 3×0 ABC – R21 Campeonato Brasileiro Série B 2017

Quando estamos passando por uma fase muito horrível em nossas vidas costumamos não enxergar o fundo do túnel, parece que não tem saída para o nosso problema. E foi assim com a torcida colorada durante a pior época dessa série B, que teve como ápice a derrota contra o Vila Nova, no fatídico dia 22 de julho. Lá, naquele dia, eu fui uma das muitas que pedia a cabeça do Guto Ferreira, porque não conseguia vê-lo fazendo esse time render mais do que estava rendendo, e que achava que a volta à elite do futebol brasileiro não iria acontecer para o Colorado.

Quase um mês depois e tudo mudou. O técnico mudou o esquema tático, colocou Sasha, que pra mim é o grande jogador nestas cinco vitórias consecutivas, e desde lá a subida de posições está ocorrendo naturalmente. Que bom que a direção insistiu no Guto, que bom que ele conseguiu perceber que aquele esquema tático não renderia mais e apostou no Sasha, prata da casa. E assim, começamos a enxergar no fim do túnel a luz que sinaliza a Série A.

23596078

O Internacional que entrou em campo ontem está muito longe daquele time do início da Série B, que parecia perdido em campo e sem saber o que fazer com a bola.

Não foi o nosso melhor jogo nessa série de cinco vitórias consecutivas, tá bem longe disso na verdade, mas pelo menos ganhamos. Quantas vezes naquela fase terrível de empates em casa reclamávamos da falta de ofensividade e de gol contra adversários muito mais frágeis que nós? Inclusive contra esse próprio ABC, que veio a Porto Alegre no dia 20 de maio e saiu do Beira-Rio com um empate. Então, estou aqui para exaltar esses três pontos conquistados.

O jogo começou morno. O ABC teve uma chance logo no início da partida, mas foi só. O Colorado logo começou a controlar o ritmo de jogo, mas sem chegar com efetividade ao ataque.  Aos 16’, em escanteio cobrado por D’Alessandro, Sasha aparou o rebote e mandou uma bomba para o gol defendido por Edson, que só olhou a bola entrar. Estava aberto o placar para o Inter e o adversário começou a se lançar ao ataque em busca do empate, assim nos dando mais espaços. Pottker recebeu lançamento e foi em direção ao gol, mas o lateral do ABC, Eltinho, o agarrou na entrada da área e derrubou o atacante colorado. Erroneamente, pois a falta começou fora da grande área, o juiz marcou pênalti para o Inter. D’Ale, sempre ele, cobrou o pênalti muito bem, goleiro para um lado, bola no outro. Diferente do nosso coirmão, aqui tem cobrador de pênalti.

23596217

Antes do intervalo, Pottker ainda perdeu uma grande chance de ampliar o placar, quando mostrou indecisão na hora de mandar a bola para o gol. Mas ele iria se redimir. Na volta do vestiário, o atacante recebeu a bola pela direita, passou pela marcação e chutou forte, mas o goleiro Edson conseguiu defender. No rebote não teve a mesma sorte, William Pottker tocou por cima dele para marcar o terceiro gol.

Aos 7’ do segundo tempo, o placar já estava decidido com o gol marcado pelo camisa 99, mas mesmo assim o Colorado seguiu com vontade e ritmo de jogo. Damião, que além do gol de pênalti marcado na primeira partida do retorno ainda não conseguiu marcar gols, teve participação importante durante todo o jogo com garra, voltando para marcar e para buscar a bola. A vontade que ele mostrou quando surgiu no Inter.

O ABC pouco fez durante todo o segundo tempo, teve apenas uma chance perigosa de gol, com Cleiton, mas acabou mandando para fora. Vitória colorada com autoridade.

Sendo assim, começou a nossa contagem regressiva: faltam 07 vitórias para o nosso retorno.

 

Fotos de Ricardo Duarte/ Internacional

Por Thaianny Pontes

Ler mais do Internacional

Ler mais do Campeonato Brasileiro – Série B

A Bola que Pariu