VOLTAR

,

05.11.2017

Postado por Colaboradoras

Mais uma decepção para a conta

Inter 0 x 0 CRB – R33 Campeonato Brasileiro 2017 Série B

Se eu tivesse que usar uma palavra para definir esse jogo seria decepção. Não só esse na verdade, mas as atuações mais recentes do Colorado foram frustrantes para o torcedor.

No mês de outubro tivemos cinco jogos: dois foram dentro de casa, com a torcida apoiando durante os noventa minutos, e três contra adversários que estão na segunda parte da tabela, do décimo lugar para baixo. Resultado: dos quinze pontos disputados apenas sete foram obtidos, duas vitórias (contra Brasil de Pelotas e Criciúma) e um empate (contra o Boa Esporte).

galeria_foto_a310475ea2781b167d3b02ab0d46d0e6

E não é que começamos novembro com outro mal resultado? Contra o CRB, que ocupa a décima sexta posição (!!!) e tem a defesa mais vazada da competição com 45 gols tomados em 33 jogos, o Inter conseguiu um amargo empate em 0x0. Somado ao jogo passado, são 180 minutos dentro de casa sem conseguir fazer um mísero gol. Incompetência colorada.

Não garantimos os 64 pontos (número mágico que garante o acesso) e ainda vimos a distância para o segundo colocado cair para dois pontos.

No primeiro tempo só deu Inter. A equipe começou pressionando o CRB no seu campo, mas as jogadas de Damião, Pottker e D’Alessandro terminavam todas esbarrando no goleiro do time alagoano, Edson. Nos primeiros quinze minutos, o camisa 10 colorado teve três chances de abrir o placar – duas de falta e uma após receber passe de Damião – que acabaram nas mãos do Edson.

Além de eficiência, o goleiro também contou com a sorte. Aos onze minutos, após uma cabeçada de Rodrigo Dourado, Edson deixou a bola passar por entre as pernas e Willian Pottker empurrou para as redes. O lance, no entanto, foi anulado por impedimento do camisa 99.

O Inter voltou do vestiário com a primeira troca, Nico López entrou no lugar do Sasha, que fez outra partida fraca. A troca não resultou em mudança do panorama. O time tentava chegar ao gol com jogadas desorganizadas, e o nervosismo parecia cada vez maior. Aos 15 minutos do segundo tempo o CRB chega à área colorada com um contra-ataque. Danilo Fernandes operou um milagre após o chute do Tinga. Mais trocas coloradas, Camilo no lugar do Pottker e Carlos no lugar do Damião (o que rendeu vaias ao técnico), mas que acabaram não rendendo nada. Já nos acréscimos, aos 50 minutos do segundo tempo, Winck tem a bola do jogo, sozinho na frente da goleira conseguiu jogá-la para fora.

Fim de partida com o placar zerado e um final deprimente para uma sexta-feira à noite. O tão esperado acesso matemático para a próxima rodada (será?), fora de casa, contra o Luverdense.

galeria_foto_d2204ac861c6af916db62835ce162623

Por Thaianny Pontes

Fotos: Ricardo Duarte

Ler mais do Internacional

Ler mais do Campeonato Brasileiro – Série B

A Bola que Pariu