VOLTAR

,

20.11.2017

Postado por Colaboradoras

O fim da peregrinação pelo Brasil da série B

Goiás 0 x 2 Internacional – R37 Brasileirão Série B 2017

galeria_foto_14744cdf580ff1a5ce4df53be0febc04

Após a ressaca do acesso, que se confirmou com um empate chocho contra o Oeste, na última terça-feira, o Colorado fez neste sábado a última parada do longo trajeto percorrido pelo Brasil da Série B. O árduo caminho colorado de volta a Série A passou por 17 cidades, de Belém do Pará à Pelotas, que totalizaram mais de 50 mil km percorridos nesses oito meses de segunda divisão.

Em Goiás, para jogar contra um time que costuma incomodar, o Inter foi a campo com a escalação quase “ideal”, com o retorno de D’Alessandro ao meio de campo, Leandro Damião no ataque e Victor Cuesta reforçando a zaga colorada. Antes do jogo até se imaginou que o Inter jogaria melhor após a garantia do acesso, sem a pressão de ter que conquistar pontos e com o retorno de jogadores principais. Ledo engano.

O primeiro tempo foi sofrível, uma reprise do desempenho visto nos últimos jogos do Inter. Quem mais chegou ao ataque foi o Goiás, se aproveitando tanto dos erros quanto da falta de vontade do time vermelho. A primeira finalização do Inter aconteceu no finalzinho do primeiro tempo, quando Thales empurrou a bola para a fundo das redes após cobrança de escanteio de D’Alessandro, aos 44, em lance anulado pelo árbitro Héber Roberto Lopes por causa de uma falta de Cuesta na jogada.

O lado direito de novo foi inexistente e se transformou em uma passarela para os jogadores goianos, como Gustavo. Thales e Claudio Winck, que falharam em várias rodadas, entregaram a bola na entrada da grande área, criando chances para o Goiás, e deram mais uma mostra de que não são suficientes para integrar o time titular, principalmente em 2018, quando o nível dos adversários tende a melhorar.

O time voltou do vestiário sem mudanças na escalação e na vontade. Aos três minutos, gol do time alviverde marcado por Gustavo e anulado em lance bizarro. Todo o mundo ficou sem entender o que tinha acontecido e somente no pós jogo deu para compreender melhor, pois nas entrevistas na saída de campo os jogadores do Inter explicaram que o juiz havia apitado no início da jogada, o que fez com que desistissem do lance.

O jogo mudou com a entrada de Camilo, aos 12 minutos. No primeiro toque do camisa 21, após receber a bola do D’Alessandro, deu um passe de elevação para Pottker, que completou de peixinho e empurrando a bola para o fundo do gol.

galeria_foto_2ae779fd41a04c903916710483d545b4

Seis minutos mais tarde, mais um gol com a marca da dupla Camilo e Willian Pottker. O meia fez um bom lançamento de canhota do meio do campo para Pottker, que entrou livre na área, deslocou o goleiro e marcou o segundo gol alvirrubro do jogo. O Goiás ainda tentou chegar ao desconto com Léo Sena e Andrezinho, mas as chances não foram convertidas.

No próximo sábado, o Inter encerra de vez o capítulo mais duro dos seus 108 anos de história, dentro de casa, ao lado do seu torcedor, que mais uma vez mostrou o seu apoio e foi fundamental nessa caminhada. Porque como diz a música “é nas más que eu demonstro que te amo igual”. #VamoVamoInter

galeria_foto_c0aa808c3db509d40381495bf25b7718

Por Thaianny Pontes

Fotos de Ricardo Duarte

Ler mais do Internacional

Ler mais do Campeonato Brasileiro – Série B

A Bola que Pariu