VOLTAR

,

07.05.2018

Postado por Thaianny Pontes

Time que entra em campo para não perder, perde

Flamengo 2 x 0 Internacional – R04 Campeonato Brasileiro 2018

Em dias de jogos como esses eu me pergunto o que a torcida colorada fez de tão ruim nos últimos tempos para merecer isso? Um time covarde, que toma olé da torcida do Flamengo e que aceita o resultado de cabeça baixa, sem fazer nada pra mudar. Se nos anos 90 tínhamos times de qualidade duvidosa, pelo menos eles se destacavam por ter vontade, garra, por não desistirem tão facilmente. Já o time atual, não consegue jogar bem e nem a garra tem pra compensar a falta de futebol. O que se viu em campo foi um time sem vontade de ganhar, de marcar o gol, satisfeito com o empate e com um ponto.

Ricardo Duarte/Internacional

Ricardo Duarte/Internacional

Desde o início da partida o Flamengo foi o time que buscou o gol e propôs o jogo. Apesar das tentativas, o Inter conseguia se manter seguro e não representou grandes perigos para o goleiro Danilo Fernandes. Bem defensivamente, foi a ligação entre defesa e ataque que não se entendeu. Dos poucos contra-ataques puxados, a grande maioria acabava um pouco depois de passar a linha que divide o campo. Um show de passes errados foi um dos responsáveis pelo ataque inexistente.

O Inter conseguiu se segurar até os 25 minutos do segundo tempo. O primeiro gol foi marcado pelo Lucas Paquetá, após cobrar falta na barreira e a bola sobrar para o número 11, que chutou forte, no ângulo e marcou. A partir daí, as coisas só desandaram.

Menos de dez minutos depois, Pottker e Vinicius Jr. se desentenderam e o atacante colorado deu uma cabeçada no jogador flamenguista, o que resultou na sua expulsão. Com um jogador a menos, o que já era difícil, ficou ainda pior.

Gilvan de Souza/Flamengo

Gilvan de Souza/Flamengo

Aos 41 minutos, o Flamengo ampliou em um contra-ataque que começou após um famigerado escanteio curto do Inter. Éverton Ribeiro recebeu a bola, driblou dois colorados e chutou no canto da goleira defendida pelo Danilo Fernandes.

Danilo não pode ser considerado o grande culpado de nenhum dos gols, mas me pareceu que nos dois lances ele esteve mal posicionado e que eram bolas defensáveis.

O Inter foi ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo, que contava com um Maracanã lotado, recorde de público do Brasileirão e também com o retorno do Guerrrero com uma atitude covarde. Retorna do RJ com mais uma derrota e ambiente conturbado para o clássico grenal do próximo sábado. Que os cosmos/deuses/orixás, seja lá o que você acredita, nos protejam.

 

Ler mais da Thaianny Pontes

Ler mais do Internacional

Ler mais do Campeonato Brasileiro

A Bola que Pariu